Acompanhamento Escolar

Áreas de Intervenção

  • Insucesso Escolar.
  • Promoção de Hábitos e Métodos de Estudo.
  • Dificuldades de Aprendizagem.
  • Auto-regulação da Aprendizagem.
  • Orientação Escolar e Profissional.

Intervenção no Insucesso Escolar:

O insucesso escolar caracteriza-se pela incapacidade de uma criança/jovem corresponder aos objectivos propostos. A este insucesso podem estar inerentes dificuldades cognitivas ou questões emocionais. Depois da avaliação das causas do insucesso, a intervenção é delineada no sentido da promoção de hábitos e métodos de estudo, do desenvolvimento e estimulação de competências específicas e/ou da resolução de problemas emocionais.

Promoção de Hábitos e Métodos de Estudo:

As Técnicas e os Métodos de Estudo consistem num conjunto de ferramentas dirigidas para a aquisição, compreensão e exposição da informação, privilegiando estratégias adequadas para cada fase de aprendizagem.
Tendo em conta as exigências da escola actual, revela-se cada vez mais importante a utilização de estratégias dirigidas para as diferentes tarefas escolares. Estas estratégias poderão ser aplicadas a qualquer criança e deverão ser implementadas ao nível da organização, planificação, aquisição e exposição das matérias, criando hábitos de estudo diários. Estas medidas são fundamentais para o sucesso escolar, mas também para o desenvolvimento de outras competências como a autonomia, a organização, a auto-estima e a responsabilidade.
Nas sessões são trabalhadas diversas áreas que envolvem a tarefa de estudo, ou seja, a aquisição, a elaboração e por fim a exposição da matéria através de técnicas e métodos dirigidos para a assimilação, compreensão e exposição a informação.
As estratégias adaptadas às características de cada aluno, são fundamentais para o sucesso escolar.

Dificuldades de Aprendizagem Específicas:

A intervenção na área das Dificuldades de Aprendizagem Especificas é realizada com base num programa de intervenção previamente delineado, que pretende dar resposta às necessidades educativas ao nível de leitura, escrita e/ou cálculo..
Podem ser trabalhados as pré-aptidões relacionadas com as funções da leitura, da escrita, da expressão verbal, da compreensão e do cálculo. Como a aprendizagem se encontra intimamente relacionada com as emoções, pode fazer sentido a intervenção paralela noutras áreas, como a afectiva (motivação, auto-estima); a área comportamental (atenção, concentração, persistência na tarefa, velocidade) e ao nível das técnicas e métodos de estudo.
A articulação com a escola e a família, no âmbito da reeducação das Dificuldades de Aprendizagem Especificas é fundamental para o sucesso da intervenção.

Auto-regulação da Aprendizagem:

A aprendizagem é um processo que o aluno pode iniciar, controlar e desenvolver, sendo por este motivo um elemento activo neste processo. Para maximizar o desempenho académico, o aluno deve ser capaz de conjugar diversas aptidões - cognitivas, metacognitivas e motivacionais - com o conhecimento e compreensão de matérias específicas e com estratégias de aprendizagem adequadas. O trabalho nesta área pretende facultar ao aluno estratégias para que consiga preparar e facilitar a sua aprendizagem.

Orientação Escolar e Profissional:

A orientação vocacional e profissional é uma especialidade que pretende dar resposta a indecisões e dúvidas relacionadas com a direcção das carreiras académica e/ou profissional. Para tal, é feito um trabalho de avaliação no que diz respeito aos interesses e aptidões a par de um trabalho relativo ao processo de decisão. Posteriormente é conduzida um pesquisa de possíveis caminhos que o individuo possa seguir para concretizar os seus objectivos e sonhos.