Sobre

Retrato da psicóloga Mariana Pereira Saraiva

Mariana Pereira Saraiva

Ser psicóloga é acreditar na capacidade de mudança. Todos somos capazes de mudar, mas nem sempre é fácil. É um desafio, um caminho com obstáculos, um processo.

É muitas vezes na relação com o outro que conseguimos percorrer este caminho, e acredito que o meu papel é precisamente acompanhar o outro, ajudando-o a ultrapassar os desafios e obstáculos e celebrando as conquistas. A terapia é um caminho traçado a dois, um trabalho de equipa baseado no estabelecimento de uma relação de confiança.

Estima-se que todos nós ao longo da nossa vida precisamos de estabelecer relações de ajuda. O apoio psicológico e a psicoterapia são formas mais completas desta relação de ajuda. Não parece estranho que em algum momento precisemos de alguém que se dedique genuinamente a ouvir-nos, sem julgar, que compreenda as nossas dificuldades, que nos apoie a encontrar outras formas de lidar com elas, que nos ajude a mudar, a sentir-nos melhor e a atingir o bem-estar psicológico.

Sou mestre em Psicologia Clínica e da Saúde pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa. Ao longo do meu percurso profissional tenho tido a oportunidade de trabalhar com crianças, adolescentes e famílias, bem como de trabalhar com vários profissionais com abordagens distintas que contribuíram para a minha visão da psicologia como uma ciência integrativa. Colaboro com equipas multidisciplinares em contexto clínico e educacional, e em regime privado. Sou formadora certificada e membro efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses (cédula: 19896).