Psicologia Na Escola

Áreas de Intervenção

  • Competências relacionadas com a aprendizagem;
  • Dificuldades de aprendizagem;
  • Competências sócio-emocionais - resolução de conflitos, gestão de emoções e de relações de amizade e amorosas, estilos de comunicação;
  • Prevenção da violência escolar e bullying;
  • Criação e aplicação de programas específicos;
  • Intervenção em problemáticas específicas.

Ao longo da minha prática profissional tive a oportunidade de integrar equipas escolares e desenvolver programas de prevenção e intervenção junto de crianças e adolescentes neste contexto específico. Para além da avaliação e intervenção psicológica em problemáticas específicas, tem-se tornado cada vez mais claro e sido comprovada a importância da psicologia nas escolas, não apenas como uma valência especializada, mas como uma área complementar e como uma valiosa ferramenta para o alcance das metas escolares e, especialmente, para a promoção de um desenvolvimento saudável das crianças.

No contexto escolar, o trabalho é desenvolvido individualmente ou em grupos (pequenos ou junto da turma). No primeiro caso, o trabalho assume a forma de acompanhamento especializado e no segundo é criado um grupo que proporciona a identificação com os pares e em que se favorece a troca de experiências e o reforço ou aquisição de competências importantes para um desenvolvimento psicológico saudável. Por outro lado, através da vertente lúdica destas sessões, há produção de material com significado para os jovens e que pode ser apresentado a outros e à comunidade.
O programa de psicologia escolar é desenhado de acordo com as necessidades de cada instituição e é sempre adaptado quando necessário ao longo de todo a ano lectivo.